Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


“Taça de Portugal de Elite e Sub-23”
Antonio Angulo conquista Bairrada e lidera Taça

 

 

O espanhol Antonio Angulo (LA Alumínios-Metalusa BlackJack) conquistou a segunda etapa e a geral da Volta à Bairrada – 4 Maravilhas da Mesa da Mealhada, assumindo o comando da Taça de Portugal de Elite. Xuban Errazquin (RP-Boavista) é o melhor sub-23.
Os 170,3 quilómetros que ligaram o Luso à Pampilhosa do Botão foram atacados desde o início, com as três contagens de montanha da primeira metade da prova a serem aproveitadas para dizimar o pelotão. O Sporting-Tavira não teve argumentos para responder e não conseguiu defender a camisola amarela de Jesús Ezquerra.
Das movimentações da fase inicial da tirada, resultou um grupo com 13 corredores na dianteira. Foi este minipelotão que discutiu a etapa e a geral da Volta à Bairrada. Estando dois sprinters no grupo, Samuel Caldeira (W52-FC Porto) e Daniel Mestre (Efapel), os adversários tentaram surpreender de longe. Domingos Gonçalves (RP-Bavista) tentou, mas foi alcançado nas últimas centenas de metros. Antonio Angulo foi mais eficaz, comemorando o triunfo.
“A ideia era discutir a Volta à Bairrada com o César Fonte. Mas vi-me na frente numa corrida louca, alcançando uma vitória há muito ambicionada”, confidenciou Antonio Angulo, após cortar a meta.
A vitória na geral da Volta à Bairrada valeu a Antonio Angulo o comando da Taça de Portugal. O ciclista espanhol soma 100 pontos, mais 13 do que Daniel Mestre e mais 20 do que Xuban Errazquin, mais diretos perseguidores.
O basco da RP-Boavista, além do terceiro posto no ranking absoluto, comanda a classificação de sub-23. O segundo melhor jovem é César Martingil (Liberty Seguros/Carglass) e o terceiro é Gaspar Gonçalves (Liberty Seguros/Carglass).
Na geral coletiva da Taça de Portugal manda a W52-FC Porto, estando a primeira posição entre as equipas de clube ocupada pela Liberty Seguros/Carglass.
A Taça de Portugal continua já na próxima terça-feira, 25 de Abril, dia em que se disputará o Grande Prémio de Mortágua. Vai ser uma corrida exigente, com 144 quilómetros. A partida será dada na Câmara Municipal, às 12h00, estando a chegada, ao mesmo local, prevista para pouco depois das 15h00.
Taça de Portugal de Paraciclismo
Além da Taça de Portugal de Elite e Sub-23, a Pampilhosa do Botão acolheu, neste domingo, a primeira prova da Taça de Portugal de Paraciclismo. Alinharam 16 corredores com deficiência, que competiram em oito classes de deficiência. Os ciclistas com menos condicionamento físico foram, naturalmente, os mais rápidos. Foi o caso dos corredores de classe D, deficiência auditiva, entre os quais sobressaiu João Marques (Academia Joaquim Agostinho/UDO).
Classificação – Volta à Bairrada
2.ª Etapa: Luso – Pampilhosa do Botão, 170,3 km
1.º Antonio Angulo (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), 4h04m17s
2.º Samuel Caldeira (W52-FC Porto), mt
3.º Daniel Mestre (Efapel), mt
4.º Xuban Errazquin (RP-Boavista), mt
5.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista), mt
6.º Óscar Hernández (Louletano-Hospital de Loulé), mt
7.º Ricardo Mestre (W52-FC Porto), mt
8.º David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé), mt
9.º Rui Vinhas (W52-FC Porto), a 9s
10.º David Livramento (Sporting-Tavira), a 0s
Geral Individual
1.º Antonio Angulo (LA Alumínios-Metalusa BlackJack), 7h29m08s
2.º Daniel Mestre (Efapel), a 8s
3.º Xuban Errazquin (RP-Boavista), a 11s
4.º Domingos Gonçalves (RP-Boavista), a 14s
5.º Ricardo Mestre (W52-FC Porto), a 18s
6.º Rui Vinhas (W52-FC Porto), a 45s
7.º Óscar Hernández (Louletano-Hospital de Loulé), a 55s
8.º David Livramento (Sporting-Tavira), mt
9.º David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé), a 1m49s
10.º Sérgio Paulinho (Efapel), a 3m09s
Fonte: FPC


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690