Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


“Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã”
José Sousa vitorioso no 61º Circuito de Santo António (Amares)

 

 

José Sousa venceu isolado o 61º Circuito de Santo António de Amares, prova para a categoria de juniores integrada no programa das Festas d´Amares - Santo António 2017 e pontuável para a Taça do Minho de Ciclismo de Estrada - Arrecadações da Quintã. A espanhola Maria de Jesus Barros foi a melhor atleta feminina.
Das mais antigas provas de ciclismo do País, o prestigiado Circuito de Santo António de Amares foi organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho, AFAA - Associação das Festas Antoninas de Amares e Câmara Municipal de Amares. Um pelotão de 65 corredores alinhou à partida para efetuar um percurso de 86 quilómetros com início e final na Praça do Comércio.
Com constantes movimentações no pelotão, o 61º Circuito de Santo António de Amares pautou-se pela competitividade e emoção, sendo ainda de assinalar o muito público que marcou presença ao longo do percurso da prova.
José Sousa (Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Portugal) chegou à reta da meta integrado no mas lançou um forte sprint que o levou à vitória final no 61º Circuito de Santo António de Amares.
Com mais dois segundos do que o vencedor e ocupando as posições seguintes do pódio, concluíram a prova Fábio Costa (C.C.Barcelos/ AFF /Orbea / Onda), Artur Chaves (Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel), Diogo Barbosa (Moreira Congelados/Feira/Bicicletas Andrade) e Pedro Pinto (Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel).
Feliz pelo triunfo, José Sousa salientou a dureza do 61º Circuito de Santo António de Amares e destacou que “foi uma corrida um pouco louca, porque tanto ia na fuga, como depois vinha a descolar no pelotão. Felizmente que consegui guardar forças para o final e ganhar”. “É das provas que mais gosto de correr por causa do percurso e da organização. É sempre bom vencer em Amares”, frisou o jovem ciclista.
A atleta espanhola Maria de Jesus Barros (Concello do Porriño / Abanca) venceu a classificação feminina, enquanto Patrícia Viana (Tensai / Sambiental / Santa Marta) foi a segunda classificada.
Por equipas, a formação vencedora do 61º Circuito de Santo António de Amares foi a Silva & Vinha / ADRAP / Sentir Penafiel, enquanto a equipa Moreira Congelados / Feira / Bicicleta Andrade terminou em segundo e o Centro Ciclista de Barcelos / AFF /Orbea / Onda em terceiro.
O 61º Circuito de Santo António de Amares tem o apoio das seguintes entidades: Câmara Municipal de Amares, Federação Portuguesa de Ciclismo, Arrecadações da Quintã, Cision, Raiz Carisma - Soluções de Publicidade, POPP Design, Salvaggio, Controlsafe e Ciclismo a fundo (revista oficial).
Remontando ao ano de 1956, o Circuito de Santo António de Amares é considerado uma das mais antigas provas de ciclismo do país, sendo, desde 1979, uma organização conjunta da Associação de Ciclismo do Minho e da Câmara Municipal de Amares. A prova de ciclismo já foi distinguida com o Troféu “O Minhoto”, na categoria de “Evento Desportivo”.
Fonte: ACM


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690