Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


“Vidal Fitas e as metas do Sporting-Tavira: «A Volta a Portugal é o grande objetivo do ano»”
Apresentação realizada no Algarve mostra uma equipa "consolidada" e "com um acréscimo de qualidade"

 

 

Por: Lusa
Foto:
Filipe Farinha
Uma formação "consolidada" e com reforços que aspiram à vitória no principal objetivo da temporada, a Volta a Portugal, foi como o diretor desportivo definiu a equipa de ciclismo do Sporting-Tavira, na apresentação pública, no Algarve.
Vidal Fitas, responsável desportivo da equipa que junta o emblema do Sporting ao Clube de Ciclismo de Tavira e um dos protagonistas da apresentação realizada no antigo mercado da cidade algarvia, disse à agência Lusa que "o grande objetivo da temporada será a Volta a Portugal", mas "sem descurar a vitória noutras provas".
"A equipa foi reforçada, tem um acréscimo de qualidade importante. Como é óbvio, a Volta a Portugal é o grande objetivo do ano e pensamos ter um grupo com candidatos bastante fiáveis, que nos permitem alimentar a esperança de poder vencer a Volta", afirmou Vidal Fitas, à margem da cerimónia pública de apresentação.
O responsável técnico da equipa sediada no Algarve apontou os nomes dos reforços Joni Brandão e Alejandro Marque, espanhol vencedor da edição de 2013 da principal competição ciclista nacional, como principais candidatos ao triunfo na Volta a Portugal, "sem esquecer também o Rinaldo" Nocentini, italiano que voltará a envergar a camisola da equipa em 2017.
"O Alejandro já venceu a Volta, o Joni esteve perto - já foi segundo, quarto e quinto - e é o ciclista português com mais aspirações a vencer uma Volta, por isso, no mínimo, há aqui três atletas com reais aspirações e credíveis, que nos levam a alimentar esta esperança", disse Vidal Fitas.
O diretor desportivo do Sporting-Tavira considerou que o projeto este ano "está consolidado", mas "era necessário fazer algumas alterações na equipa" e isso, na sua opinião, foi conseguido.
"Havia que deixá-la mais equilibrada, dotá-la em algumas características de mais qualidade. Isso foi feito e conseguimos juntar um lote de atletas com um nível bastante elevado, que nos leva a sonhar em poder alcançar os objetivos que traçámos", acrescentou.
Vidal Fitas disse que as restantes provas da temporada serão sempre feitas tendo em conta a preparação para a Volta a Portugal, embora "sem descurar" as possibilidades de vitória em nenhuma delas, mas reconheceu que a Volta ao Algarve, que arranca na quarta-feira, será "a mais difícil do ano" para alcançar bons resultados.
"A Volta ao Algarve é a mais difícil do ano para podermos obter resultados e ganhar, porque o lote de ciclistas que aqui se apresentam são de um grande nível. Dos 100 melhores do Mundo, estão aqui 30 a 40, o que demonstra bem a dificuldade que é conseguir obter resultados no meio desta gente toda", considerou.
Vidal Fitas frisou, no entanto, que se trata da "primeira grande competição a sério" e que a equipa "está bem", mas contrapôs que "ainda não se sabe como os adversários se vão apresentar e em que nível estão".
Fonte: Record on-line


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690