Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos


Ciclismo


“Prova de Abertura – Região de Aveiro”
Francisco Campos é o primeiro vencedor do ano

 

O sub-23 Francisco Campos (Miranda-Mortágua) ganhou em Ovar, a Prova de Abertura – Região de Aveiro, uma corrida de 160,8 quilómetros, que se iniciou em Anadia.
As primeiras pedaladas da época foram dadas a alta velocidade, terminando com um empolgante sprint, numa reta de meta com quase dois quilómetros. Francisco Campos foi o primeiro classificado, ao fim de 3h53m25s de corrida (média de 41,334 km/h). O segundo classificado foi outro sub-23, César Martingil (Liberty Seguros/Carglass). O primeiro elite foi Fábio Silvestre (Sporting-Tavira), na terceira posição.
“Esta chegada a Ovar é um sprint muito longo, que acaba por tornar-se uma espécie de lotaria. É preciso estar bem, ter força, mas também encontrar a roda certa. Os principais adversários expuseram-se ao vento muito cedo e eu aproveitei, arrancando a 150 metros”, explica Francisco Campos.
O corredor penafidelense, que completou 19 anos há menos de quatro meses, afirmou ter no diretor desportivo o mestre ideal para as funções de velocista. “O Pedro Silva é um grande treinador, ele também foi sprinter. Tem-me ajudado muito e eu tenho aprendido imenso com ele”, confessa Francisco Campos.
Antes da previsível chegada em pelotão compacto, a corrida teve três animadores. Mario González (Sporting-Tavira), Xuban Errazkin (RP-Boavista) e Tiago Ferreira (Seleção Nacional/Liberty Seguros). O trio abalou do pelotão com cerca de 20 quilómetros percorridos, chegou a ter 2m50s de vantagem sobre o pelotão, mas acabou por ceder à perseguição movida pela Equipa Bolivia, durante a fase inicial, e pela Efapel, a partir das duas montanhas.
Mario González aproveitou para conquistar a camisola de melhor trepador e, na companhia de Tiago Ferreira, acabou absorvido pelo pelotão, após a descida da montanha de Sever do Vouga, a pouco mais de 50 quilómetros da meta. O basco Xuban Errazkin foi mais persistente e apenas terminou o esforço solitário a 10 quilómetros do final.
Uma das surpresas da competição foi a presença, ao serviço da Seleção Nacional/Liberty Seguros, do campeão mundial de maratona BTT, Tiago Ferreira, que já não competia em estrada desde o Campeonato Nacional de fundo de 2013. “Em breve serei pai e não me convém ir competir para o estrangeiro, mas preciso de correr para ganhar ritmo. Surgiu esta oportunidade e aproveitei. Entrar na fuga acabou por ser uma questão de defesa. Se fizesse as descidas no meio do pelotão, o mais certo era ficar pregado”, admite o viseense.
Além dos três primeiros da corrida, subiram ao pódio o melhor trepador, Mário González, e a RP-Boavista, vencedora da classificação coletiva.
A Prova de Abertura – Região de Aveiro foi a primeira das três competições pontuáveis para o Troféu Liberty Seguros. Seguem-se a Clássica da Arrábida, 5 de março, e a Clássica Aldeias do Xisto, 12 de março.
Classificação
Anadia – Ovar, 160,8 km
1.º Francisco Campos (Miranda-Mortágua), 3h53m25s (Média: 42,334 km/h)
2.º César Martingil (Liberty Seguros/Carglass), mt
3.º Fábio Silvestre (Sporting-Tavira), mt
4.º Egoitz García (Equipo Bolivia), mt
5.º Ivo Oliveira (Seleção Nacional/Liberty Seguros), mt
6.º Luís Mendonça (Louletano-Hospital de Loulé), mt
7.º Daniel Sánchez (RP-Boavista), mt
8.º Rafael Silva (Efapel), mt
9.º Luís Gomes (RP-Boavista), mt
10.º André Crispim (Liberty Seguros/Carglass), mt
Fonte: FPC


 

Revista Notícias do Pedal


Estatuto Editorial  ●  Ficha Técnica  ●  Links  ●  Calendários  ●  Galeria Multimédia  ●  Contactos

Copyright © 2017 - ® Revista Notícias do Pedal - Todos os Direitos Reservados
Este site está optimizado para ser visualizado em 1598x690